Gestão Estratégica

Escolas da gestão estratégica

A estratégia nasce do pensamento e da individualidade do estrategista, se materializa na forma de um planejamento estratégico e é acompanhada e conduzida pelo estrategista para que as respostas às mudanças no ambiente sejam dadas em tempo real.

Publicado em: 31 de jul. de 2017
Atualizado em: 14 de jul. de 2021

A GESTÃO ou ADMINISTRAÇÃO estratégica é a estratégia posta em prática. A estratégia nasce do pensamento e da individualidade do estrategista, se materializa na forma de um planejamento estratégico e é acompanhada e conduzida pelo estrategista para que as respostas às mudanças no ambiente sejam dadas em tempo real.

É uma administração do futuro que, de forma estruturada, sistêmica e intuitiva, consolida um conjunto de princípios, normas e funções para alavancar harmoniosamente o processo de planejamento da situação futura desejada da empresa como um todo e seu posterior controle perante os fatores ambientais, bem como a organização e direção dos recursos empresariais de forma otimizada com a realidade ambiental, com a maximização das relações interpessoais. (OLIVEIRA, 1999)

O esforço de gestão estratégica também diz respeito ao modo que cada organização escolhe para lidar com a estratégia. Toda empresa precisa estabelecer algum processo para a seleção ou uma espécie de filtro para determinar, entre todas as propostas estratégicas que surgem para um determinado negócio, qual será posta em prática e qual será abandonada.

É considerada como o processo de escolha e implementação das estratégias (BULGACOV et al, 2007)

Praticamente existem três maneiras diferentes pelas quais uma organização costuma criar e selecionar novas estratégicas. Essas maneiras são conhecidas como Escolas ou Paradigmas da Administração Estratégica. Basicamente a organização, devido à sua cultura e à sua história, acaba por vivenciar uma dessas escolas na prática.

ESCOLA RACIONAL

Metáfora: Máquina

Codifica separadamente pensamento e ação. A hipótese tácita subjacente é que existe uma solução melhor, e que a tarefa do estrategista é chegar o mais próximo dela. Depois de decidido o caminho trata-se da questão de ação. (HEIJDEN, K.V.D., 2005)

ESCOLA EVOLUCIONÁRIA

Metáfora: Ecologia

Enfatiza a natureza complexa do comportamento organizacional, além dos limites do pensamento racional. Estratégia é uma perspectiva sobre o comportamento emergente, pela qual uma estratégia vitoriosa somente pode ser articulada em retrospecto. Nesse contexto, a evolução refere-se aos fenômenos das propriedades emergentes de sistemas que possuem uma memória discriminatória e transmissível de estratégias bem-sucedidas. A estratégia nessa escola é um processo de experimentação ao acaso e filtragem daquilo que é mal sucedido. (HEIJDEN, K.V.D., 2005)

ESCOLA PROCESSUAL

Metáfora: Organismo Vivo

Interação de ação com pensamento. Adota uma posição intermediária: embora não seja possível definir estratégias somente através de um processo de pensamento racional, os gestores podem criar processos em organizações que irão torná-las mais flexíveis, adaptáveis, e capazes de aprender com seus erros. (HEIJDEN, K.V.D., 2005)

Referências

BULGACOV, S.; SOUZA, Q.R.; PROHMANN, J.I.P.; COSER, C.; BARANIUK, J. Administração Estratégica: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2007.

HEIDJEN, K.V.D. Planejamento de Cenários: a arte da conversação estratégica. Porto Alegre: Bookman, 2004.

OLIVEIRA, D.P.R. Excelência na Administração Estratégica: a competitividade para administrar o futuro das empresas. 4.ed. São Paulo: Atlas, 1999.

Como citar:
MARI JR. Sergio. Escolas da gestão estratégica. Infonauta, 2017. Disponível em: <https://infonauta.com.br/gestao-estrategica/escolas-da-gestao-estrategica>. Acesso em: 05 de ago. de 2021.

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.