infoNauta

Crawler Detect

Inscreva-se:

Pesquisa Quantitativa

Publicado em:
Por:

Comentários: 0

A Pesquisa Quantitativa é o método mas comumente utilizado, principalmente nas chamadas ciências naturais. Tem também ampla utilização no campo das ciências sociais, inclusive no Marketing. Seu objetivo é contar quantas vezes um determinado fenômeno ocorre em uma determinada população.

Recorre a métodos estatísticos para calcular a probabilidade de ocorrência de uma determinada variável em uma população pesquisada. Para isso, lança mão de cálculos e escalas que visam estabelecer um grau de confiança para os dados obtidos, declarando margem de erro e nível de confiança dos números obtidos.

As pesquisas estatísticas podem ser de dois tipos:

a) SENSO – ouve todos os indivíduos da população, se aproximando muito da realidade, uma vez que ouvir o que todos pensam diminui a margem de erro.

b) AMOSTRA – ouve um número menor de indivíduos previamente selecionados com o objetivo de generalizar os resultados encontrados nesse pequeno grupo para a população como um todo.

A grande maioria das pesquisas quantitativas é realizada por meio de procedimentos de Amostragem, ou seja, sem ouvir todos os indivíduos, mas apenas alguns. Isso, por um lado, aumenta a margem de erro, pois é sempre pouco preciso generalizar, mas por outro lado diminui os custos e o tempo envolvido em sua realização.

As pesquisas quantitativas, portanto, têm um caráter reducionista. Ou seja, reduzem as possibilidade de resposta a há apenas algumas alternativas e reduzem o número de pessoas ouvidas para que seja economicamente viável. Essa redução proporcionada pela pesquisa qualitativa é sempre alvo de críticas, principalmente nas ciências sociais.

Muito se tem escrito sobre os atributos dos procedimentos analíticos quantitativos e qualitativos. Os procedimentos quantitativos são indispensáveis na maior parte das ciências naturais. Em ciências sociais, os procedimentos quantitativos às vezes são menos valorizados por seu caráter reducionista. Em verdade, todo procedimento, seja qualitativo, seja quantitativo, é em grau maior ou menor reducionista. (EPSTEIN, 2010, p.15)

PROCEDIMENTOS DE PESQUISA QUANTITATIVA

Os procedimentos mais comuns para realização das pesquisas quantitativas são os QUESTIONÁRIOS e FORMULÁRIOS. Ambos são formados por um conjunto de perguntas preferencialmente com respostas fechadas, em que o participante deve escolher entre uma das alternativas de resposta apresentadas. A diferença metodológica entre os dois processos consiste no seguinte:

Referências

AAKER, David A.; KUMAR, V.; DAY, George S.. Pesquisa de Marketing. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2009.

EPSTEIN, Isaac. Ciência, poder e comunicação. In: DUARTE; BARROS. Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação. 2.ed. São Paulo: Atlas: 2010.

MALHORTA, Naresh K; et al. Introdução à pesquisa de marketing. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

MCDANIEL, Carks; GATES, Roger. Pesquisa de Marketing. São Paulo: Thomson Learning, 2006.


Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário

Repita os caracteres no campo abaixo:



adobe agência de propaganda ambiente de marketing ambiente externo ambiente interno artigo científico balanced scorecard banco central bitmap bsc cabernet sauvignon cedilha comunicação digital cibercultura comportamento do consumidor composto de marketing concorrência cultura da internet custo demanda desejo diferenciação eleições email marketing endomarketing estratégia facebook forças competitivas gestão estratégica google html illustrator imagens digitais indesign inovação instagram inteligência coletiva internet jornalismo linkedin livrista lucro macroambiente marca mark-up marketing marketing de conteúdo marketing digital memes merlot michael porter microambiente moeda comemorativa motivação mídia mídia digital mídias digitais mídias sociais necessidade numismática objetivos olimpiadas 2016 orkut photoshop php pierre levy planejamento planejamento estratégico preço produto programação promoção propaganda propagação viral publicidade real redes sociais relações públicas relevância reputação rio 2016 sem seo sites de busca twitter valor vinho virtual walter longo youtube