infoNauta

Crawler Detect

Inscreva-se:

Tipos de Pesquisa

Publicado em:
Por:

Comentários: 0

Agora já sabemos que tipo de conhecimento as pesquisas são capazes de gerar. Em resumo as, pesquisas são realizadas sempre quando há a necessidade de gerar Conhecimento Científico. Lembre-se que esse tipo de conhecimento tem como base os  fatos, busca sempre se aproximar do real ou da verdade, e faz isso por meio da utilização de procedimentos metodológicos previamente sistematizados.

Pesquisas podem assumir os seguintes tipos:

Classificação quando à natureza da pesquisa

a) Pesquisa pura ou básica: Feita para obter conhecimento com o objetivo de satisfazer uma necessidade intelectual. Sua motivação é a explicação ampla de fenômenos naturais, físicos, sociais, filosóficos etc. É neste cenário que são desenvolvidas as metodologias e as técnicas de pesquisa.

b) Pesquisa aplicada: Realizada para contribuir de modo prático com alguma realidade, buscando soluções para problemas concretos, nem sempre acadêmicos ou científicos. Aqui se aproveita a metodologia e as técnicas desenvolvidas pelas ciências para a resolução de problemas de ordem prática, inclusive empresariais. Pesquisas de mercado são, portanto, de natureza aplicada.

Classificação quanto à fonte

a)Primária: Busca a informação em primeira mão. São pesquisas realizadas in loco, em que os pesquisadores entram em contato direto com os pesquisados. Envolve a geração de dados novos.

b) Secundária: Busca de informações já existentes. Envolve o levantamento de informações sobre pesquisas já realizadas anteriormente, livros já escritos sobre o assunto, reportagens etc.

Classificação quanto à fase da pesquisa

a) Exploratória: “...visa prover o pesquisador de maior conhecimento sobre o tema ou problema de pesquisa em perspectiva. Por isso é apropriada para os primeiros estágios da investigação quando a familiaridade, o conhecimento e a compreensão do fenômeno por parte do pesquisador são, geralmente, poucos ou inexistentes.” (MATTAR, 2000, p.18)

b) Conclusiva: “... são caracterizadas por possuírem objetivos bem definidos, procedimentos formais, serem bem estruturadas e dirigidas para a solução de problemas ou avaliação de alternativas de cursos de ação.

Classificação quanto ao objetivo da pesquisa

a) Descritiva: São pesquisa que visam, como o nome diz, descrever um fato. Busca enumerar as características de um grupo, contar quantas vezes um determinado fenômeno acontece em uma determinada população.

b) Causal: Pesquisas que buscam identificar relações de causa e efeito entre variáveis. Por meio desse tipo de pesquisa “... o pesquisador científico tende a acentuar que uma série de condições determinantes reunidas tornam provável a ocorrência de determinado fato.” (MATTAR, 2000, p.30)

Classificação quanto ao tipo de resposta a ser obtido

a) Pesquisa Quantitativa: Identifica quantas pessoas de uma determinada população compartilham uma característica ou um grupo de características. Ela é especialmente projetada para gerar medidas precisas e confiáveis que permitam uma análise estatística. Apresenta os resultados em números e percentuais. Quer saber Quantas vezes uma característica se repete em uma determinada população.

b) Pesquisa Qualitativa: Ajuda a identificar questões e entender porque elas são importantes. Revela áreas de consenso, tanto positivo quanto negativo, nos padrões de respostas. Determina quais ideias geram uma forte reação emocional. Além disso, é especialmente útil em situações que envolvem o desenvolvimento e aperfeiçoamento de novas ideias. A Pesquisa Qualitativa não deve ser usada quando o que se espera é saber quantas pessoas irão responder de uma determinada forma ou quantas terão a mesma opinião. Dever ser aplicada quando se busca interpretações para uma determinada realidade.

Referências

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 3.ed. São Paulo: Atlas, 1991.

MARCONI; LAKATOS. Metodologia Científica. 4.ed. São Paulo: Atlas, 2004.

MATTAR, Fauze Najib. Pesquisa de Marketing Edição Compacta. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2000.


Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário

Repita os caracteres no campo abaixo:



adobe agência de propaganda ambiente de marketing ambiente externo ambiente interno artigo científico balanced scorecard banco central bitmap bsc cabernet sauvignon cedilha comunicação digital cibercultura comportamento do consumidor composto de marketing concorrência cultura da internet custo demanda desejo diferenciação eleições email marketing endomarketing estratégia facebook forças competitivas gestão estratégica google html illustrator imagens digitais indesign inovação instagram inteligência coletiva internet jornalismo linkedin livrista lucro macroambiente marca mark-up marketing marketing de conteúdo marketing digital memes merlot michael porter microambiente moeda comemorativa motivação mídia mídia digital mídias digitais mídias sociais necessidade numismática objetivos olimpiadas 2016 orkut photoshop php pierre levy planejamento planejamento estratégico preço produto programação promoção propaganda propagação viral publicidade real redes sociais relações públicas relevância reputação rio 2016 sem seo sites de busca twitter valor vinho virtual walter longo youtube