infoNauta

Crawler Detect

Inscreva-se:

Marketing Digital no LinkedIn

Publicado em: 25/02/2016
Atualizado em em: 25/07/2016

Por: Sergio Mari Jr.

Comentários: 0

O Linkedin (http://www.linkedin.com) é uma rede social voltada para os negócios e o mercado profissional. Seu objetivo é ligar profissionais a oportunidades de trabalho ou negócios.

Linkedin

Criada por Reid Hoffman, Allen Blue, Konstantin Guericke, Eric Ly e Jean-Luc Vailant, a empresa foi fundada em 2002 e seu serviço foi lançado em 5 de maio de 2003, o que o torna um dos mais antigos serviços de redes social ainda em funcionamento.

O Linkedin é mantido pela empresa LinkedIn Corp., que abriu seu capital passando a negociar ações em bolsa de valores em 2011. Estima-se que, com cerca de 300 milhões de usuário ativos em todo o mundo (mais de 15 milhões no Brasil) o valor de mercado da empresa seja de U$18 bilhões.

Em junho de 2016 a Microsoft anunciou a compra do Linkedin por U$ 26,2 bilhões.

Presença Online no Linkedin

As opções de presença online no Linkedin se dividem entre profissionais e empresas.

Profissionais podem criar um perfil público que é semelhante a um currículo. Nesse perfil pode-se adicionar informações pessoais, experiência profissional, formação acadêmica, publicações, idiomas etc. Além disso, o profissional informa quais seriam suas competências e habilidades profissionais.

Após criar esse perfil o profissional pode se conectar com outros profissionais que também utilizam o serviço. O número e a qualidade das conexões entre profissionais são utilizados como indicadores da reputação de cada usuário. Além disso, usuários conectados podem recomendar as habilidades e competências informadas pelos outros. Receber várias recomendações em uma habilidades funciona como uma espécie de atestado de que realmente a detém.

Os profissionais também recebem uma espécie de mural ou timeline onde podem publicar atualizações, informando sobre eventos, compartilhando links ou conteúdo multimídia.

Esse perfil básico é gratuito, mas o profissional pode optar por serviços pagos que aumentam sua visibilidade na rede, gerando mais oportunidades de negócio ou de emprego.

Empresas podem criar uma Company Page, onde pode incluir uma pequena descrição, localização e serviços ou produtos oferecidos. Essa página também mostra quem são os profissionais que atuam na empresa e possuem perfil no Linkedin.

É possível publicar vagas de trabalho e receber indicações de profissionais compatíveis. Além disso existem serviços pagos para empresas para a divulgação de vagas, busca ativa de talentos e anúncios comuns de vendas de produtos e serviços.

Estratégias de Marketing Digital no Linkedin

Embora a vocação da ferramenta sela para o Marketing Pessoal, é possível utilizá-la para outros tipos de ações de marketing.

O Linkedin oferece um serviço para a publicação de anúncios pagos. Esses anúncios são exibidos nos murais dos profissionais que utilizam o serviço. Para criar anúncios no Linkedin acesse o endereço:

https://www.linkedin.com/ad/start

Além disso, recentemente foi incorporada ao Linkedin uma área chamada Pulse, em que é possível fazer a publicação de conteúdos em um formato muito parecido com blogs.

Com isso ele passou a ser um forte canal para Marketing de Conteúdo, principalmente nos casos em que o conteúdo ou o serviço/produto a ser promovido tiver relação com o mercado profissional. O Pulse pode ser acessado pelo seguinte endereço:

https://www.linkedin.com/pulse


Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário

Repita os caracteres no campo abaixo:



adobe agência de propaganda artigo científico banco central bitmap cabernet sauvignon cedilha comunicação digital comportamento do consumidor composto de marketing concorrência cultura da internet custo demanda desejo desnatamento diferenciação email marketing endomarketing estratégia facebook forças competitivas gestão estratégica google html illustrator imagens digitais indesign inovação instagram inteligência coletiva internet jornalismo linkedin livrista lucro macroambiente marca mark-up marketing marketing de conteúdo marketing digital merlot michael porter microambiente moeda comemorativa motivação mídia mídia digital mídias sociais necessidade numismática olimpiadas 2016 orkut photoshop php planejamento planejamento estratégico preço produto programação promoção propaganda propagação viral publicidade real redes sociais relações públicas relevância reputação rio 2016 seo skimming twitter valor vinho walter longo youtube