infoNauta

Conceitos Fundamentais em Marketing - Parte 2

Publicado em: 24/2/2015
Atualizado em em: 17/02/2020

Por: Sergio Mari Jr.

Comentários: 0

Faturamento

Consiste na soma do valor de todas as vendas realizadas pela empresa em um determinado período.

Por exemplo, se uma empresa oferece um produto ao preço de R$ 100,00 ao consumidor final, e em um período de um ano ela comercializa 3.000 unidades deste produto, podemos concluir que, naquele ano, ela teve um faturamento de R$ 300.000,00.

Note que esse número, sozinho, significa muito pouco para a compreensão da saúde financeira ou do tamanho da empresa. Ela pode ter faturado muito ao mesmo tempo em que gatou muito dinheiro, por exemplo. Nesse caso, por mais que o faturamento tenha sido bom, não foi o suficiente para gerar bons resultados financeiros.

Ou seja, o faturamento sempre é um número bruto, que precisa ser comparado aos custos da empresa para que seja possível uma conclusão sobre os resultados de uma empresa.

Custo

Do ponto de vista do VENDEDOR, envolve todo o investimento feito para que se possa ofertar um produto. Leva em conta a matéria prima utilizada, os recursos empregados nos esforços de venda e divulgação do produto, valores gastos com estocagem e transporte etc.

Do ponto de vista do COMPRADOR, envolve tudo o que ele deve dar em troca para obter o produto que deseja. Leva em conta o preço monetário a ser pago, mas também o tempo gasto, a energia dispensada e os possíveis impactos emocionais (estresse) que a procura pelo produto pode gerar.

Lucro e Prejuízo

Com a economia de mercado e o fortalecimento das empresas, não demorou para que a concorrência entre elas deixasse de ser simplesmente para “vender mais” e passasse a ser para “lucrar mais”. Essa é a base do capitalismo. Lucrar mais, não necessariamente vendendo mais.

LUCRO é o retorno positivo de um investimento feito por um indivíduo ou uma pessoa nos negócios. Se caracteriza quando a diferença entre a receita total e o custo total de um negócio é POSITIVA.

O lucro é o retorno que empresário, um grupo de empresários ou uma empresa obtêm sobre seus investimentos em um negócio.

PREJUÍZO é o oposto do lucro. É o pior dos cenários em uma sociedade capitalista. Se caracteriza quando a diferença entre a receita total e o custo total de um negócio é NEGATIVA.

O prejuízo, é percebido quando após passado certo tempo da efetivação de um investimento, o empresário ou a empresa percebem que possuem menos capital do que tinham antes, ou que esse capital atualmente vale menos do que valia no início da operação.

Preço

Do ponto de vista do COMPRADOR, o preço da etiqueta ou o valor pago em dinheiro por um determinado produto é apenas uma parte do custo envolvido em sua aquisição.

Como dito acima, ele também leva em conta o tempo gasto, a energia dispensada e os possíveis impactos emocionais (estresse) que a procura pelo produto pode gerar.

Benefício

Benefício é entendido como o bem que um produto pode trazer para quem comprá-lo. Para o Marketing os benefícios podem ser diretos ou indiretos.

Os benefícios diretos são aqueles ligados diretamente ao produto. Por exemplo, no caso de um carro, seu benefício direto ao adquiri-lo seria melhorar sua capacidade de locomoção com um certo conforto.

Os benefícios indiretos são aqueles provocados emocionalmente pelas marcas. No exemplo do carro, seus benefícios indiretos ao adquiri-lo seriam o status ou o prestígio que ele te trataria entre as pessoas com quem convive.

Referências

KOTLER, Philip; KELLER, Kevin Lane. Administração de Marketing. 14.ed. São Paulo: Pearson Education, 2012.


Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário

Repita os caracteres no campo abaixo:




adobe agência de propaganda ambiente de marketing ambiente externo ambiente interno artigo científico balanced scorecard banco central bitmap bsc cabernet sauvignon cedilha comunicação digital cibercultura ciência competitividade comportamento do consumidor composto de marketing concorrência cultura da internet custo demanda desejo diferenciação eleições email marketing endomarketing erp estratégia facebook forças competitivas futebol gestão do conhecimento gestão estratégica google html illustrator imagens digitais indesign inovação instagram inteligência coletiva inteligência de marketing interatividade internet jornalismo linkedin livrista lucro macroambiente marca mark-up marketing marketing de conteúdo marketing digital meme memes merlot metodologia michael porter microambiente moeda comemorativa motivação mídia mídia digital mídias digitais mídias sociais necessidade numismática objetivos olimpiadas 2016 orkut pesquisa pesquisa qualitativa pesquisa quantitativa photoshop php pierre levy planejamento planejamento estratégico preço produto programação promoção propaganda propagação viral publicidade real redes sociais relações públicas relevância reputação rio 2016 sem seo sistemas de informação sites de busca twitter valor vinho virtual walter longo web youtube