infoNauta

Crawler Detect

Inscreva-se:

Do Marketing ao Endomarketing

Publicado em:
Por:

Categoria: Endomarketing
Comentários: 0

Endomarketing Existe?

O termo Endomarketing foi criado por Saul Faingaus Bekin em 1990.

Busca adaptar estratégias e elementos do marketing tradicional, normalmente utilizado no meio externo, para uso no ambiente interno das organizações.

É uma área diretamente ligada à de comunicação interna, que alia técnicas de marketing a conceitos de recursos humanos.

No Brasil, Endomarketing® é uma marca, registrada por uma empresa junto ao Instituto Nacional de Marcas e Patentes (INPI): S. B. & C. A. - SAUL BEKIN & CONSULTORES ASSOCIADOS LTDA. ME

Este registro como marca e os protestos de profissionais e teóricos de outras áreas, como Recursos Humanos, Assessoria de Imprensa e Relações Públicas, conferem status de polêmica ao Endomarketing.

Endomarketing tem origem no Marketing

Para tentar responder a estas perguntas, é necessário compreender a motivação existente por trás deste termo.

O Marketing tem como alvo o ambiente externo da organização. O Endomarketing prega, a princípio, que as técnicas utilizadas pelo Marketing no ambiente externo, também funcionam no ambiente interno.

O que é Marketing?

Um processo pelo qual se planeja e efetua a concepção, a fixação do preço, a promoção e a distribuição de idéias, bens e serviços que estimulam trocas que satisfazem aos objetivos individuais e organizacionais. (American Marketing Association)

Marketing é a intenção de entender e atender o mercado. (Raimar Richers, 1981)

No Endomarketing, ou seja, no “Marketing para dentro”, a intenção é entender e atender o cliente interno. O Marketing passa a fazer sentido no ambiente interno quando a organização passa a entender seus colaboradores como clientes.

O Composto de Marketing

O Marketing gerencia a atuação da empresa no mercado. O Composto de Marketing é, portanto, o conjunto de todas as interfaces possíveis da empresa com o mercado. É conhecido também como o conjunto das Decisões de Marketing, ou seja, é o conjunto de todas as coisas que o Marketing precisa gerenciar em uma empresa para cumprir seu objetivo final, que é gerar Demanda para seus produtos e serviços..

Ao longo dos anos vários autores organizaram estas decisões de forma didática. Até que em 1960, McCarthy resumiu os elementos do Composto de Marketing no que conhecemos hoje como os 4 “P”s:

O Composto do Endomarketing

Recentemente, Vinícius Carvalho de Carvalho propôs uma adaptação deste modelo de composto para a realidade do Endomarketing. Para ele, o Composto de Endomarketing é composto pelos seguintes conjuntos de decisões:

Ambiente. Está para Praça. Trata-se do espaço dentro do qual ocorre a relação de trabalho entre pessoas e organização, possuindo duas dimensões: tangível e intangível. A primeira refere-se basicamente às instalações físicas da empresa e seus atributos, tais como ergonomia, estética, funcionalidade, equipamentos, recursos materiais, segurança, e afins. A intangível reúne todos os aspectos pertinentes ao clima organizacional, ou seja, as qualidades do ambiente interno, percebidas pelos membros da organização que influenciam seu comportamento. No modelo, a avaliação periódica do ambiente é dada por mecanismos de pesquisa em Endomarketing.

Empresa. Está para Produto. Logo, a empresa é, de fato, o próprio produto “vendido” às pessoas, não somente como instituição, mas a partir de tudo aquilo que entrega às pessoas em troca de seu trabalho, caracterizado por um fluxo de benefícios, constituído de fatores objetivos, e subjetivos, indutores da motivação, igualmente análogos à noção de valor percebido, vista anteriormente.

Trabalho. Está para Preço. Significa o valor “pago” pelo indivíduo por aquilo que recebe da empresa. Compreende a relação entre o esforço empreendido e os benefícios percebidos. Quanto mais “cara” parecer esta parecer relação, tanto melhor será a qualidade de seu trabalho, maior a competência nele empregada, melhores decisões serão tomadas, por conseqüência, mais engajamento e compromisso serão aferidos.

Comunicação Interna. Está para Promoção. Representa o sistema integrado de canais internos de comunicação da empresa, promotores de integração a partir da identidade comum aos seus membros, que sustenta, interage e avalia a relação empresa-trabalho no ambiente interno, reunindo não apenas a forma (estética e discursiva) como a empresa fala às pessoas, mas também a maneira como elas “dialogam” com a organização.

Referência

BASTA, Darci; et. al. Fundamentos de Marketing. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

BEKIN, Saul Faingaus. Endomarketing: Como praticá-lo com sucesso.São Paulo: Pearson, 2004.

KOTLER, Philip. Administração de Marketing. São Paulo: Atlas, 2000.


Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário

Repita os caracteres no campo abaixo:



adobe agência de propaganda ambiente de marketing ambiente externo ambiente interno artigo científico balanced scorecard banco central bitmap bsc cabernet sauvignon cedilha comunicação digital cibercultura comportamento do consumidor composto de marketing concorrência cultura da internet custo demanda desejo diferenciação eleições email marketing endomarketing estratégia facebook forças competitivas gestão estratégica google html illustrator imagens digitais indesign inovação instagram inteligência coletiva internet jornalismo linkedin livrista lucro macroambiente marca mark-up marketing marketing de conteúdo marketing digital memes merlot michael porter microambiente moeda comemorativa motivação mídia mídia digital mídias digitais mídias sociais necessidade numismática objetivos olimpiadas 2016 orkut photoshop php pierre levy planejamento planejamento estratégico preço produto programação promoção propaganda propagação viral publicidade real redes sociais relações públicas relevância reputação rio 2016 sem seo sites de busca twitter valor vinho virtual walter longo youtube