infoNauta

Publicidade vs. Propaganda

Publicado em: 24/3/2020
Atualizado em em: 09/04/2020

Por: Sergio Mari Jr.

Comentários: 0

Existe diferença entre publicidade e propaganda? Na prática utilizamos essas duas palavras como sinônimos. Chamamos o profissional de publicitários e dizemos que ele trabalha na agência de propaganda.

A própria Lei n. 4,860 de 18 de julho de 196 que regulamenta a prática da publicidade no Brasil usa essas duas palavras indistintamente.

Mas existe uma diferença conceitual entre essas duas expressões e essa diferença depende do contexto.

A área da Comunicação entende essa diferença de uma determinada maneira e a área do Marketing entende de outra maneira.

Vamos, então, olhar para esses dois conceitos separadamente, compreendendo as diferenças entre eles nos campos da comunicação e do marketing.

O que é propaganda para a comunicação?

No campo da comunicação o sentido da palavra propaganda vem da sua origem etimológica e de seu uso histórico, principalmente pela Igreja Católica.

No que diz respeito à etimologia, Pinho aponta que “a palavra propaganda é gerúndio latino do verbo propagare, que quer dizer propagar, multiplicar (..), estender, difundir.” (1990, p.20).

E quanto a seu uso histórico pela Igreja Católica, Pinho nos informa:

A primeira apropriação do termo propaganda foi feita pela Igreja Católica, no século XVII, com o estabelecimento pelo papa Gregório XV de uma Comissão Cardinalícia para a Propagação da Fé (Cardinalitia Commissio de Propaganda Fide), tendo por objetivos fundar seminários destinados a formar missionários para difundir a religião e a imprimir livros religiosos e litúrgicos. (1990, p.20) 

Por essas definições, etimológica e história, entende-se, no campo da comunicação, que “fazer propaganda é propagar ideias, crenças, princípios e doutrinas” (PINHO, 1990, p.20).

O que é propaganda para o marketing?

No campo do marketing o sentido da palavra propaganda é diferente devido a uma questão de tradução. A concepção clássica do marketing vem dos EUA e foi pensada originalmente em inglês.

Então nos textos de marketing é citada a prática de se fazer anúncios (ads) em veículos de comunicação de massa para promover os produtos das empresas. Essa prática é chamada em inglês de advertising. 

Na falta de uma palavra melhor em português, utilizou-se a palavra propaganda no lugar de advertising.

A Associação Americana de Marketing em seu dicionário da Linguagem Comum do Marketing, define advertising como sendo: 

… a colocação de anúncios e mensagens, no tempo ou no espaço, por empresas, organizações sem fins lucrativos, agências governamentais e indivíduos, que buscam informar e/ou persuadir membros de um mercado ou público-alvo específico em relação a seus produtos, serviços, organizações ou idéias.

Com base nessa definição entendemos que, no ponto de vista dos fundamentos de marketing, advertising e, por conseguinte, propaganda, é a prática de se veicular anúncios pagos e identificados.

Vamos agora partir para a compreensão da palavra publicidade.

O que é publicidade para a comunicação?

Da mesma forma que propaganda, no campo da comunicação, o sentido da palavra publicidade vem da sua etimologia.

Pinho nos informa que o sentido primeiro da palavra publicidade “tem origem no latim publicus (que significa público), originando na língua francesa o termo publicité” (1990, p.16).

Em francês o uso dessa palavra era no contexto jurídico, de tornar público uma determinada decisão, uma lei ou regulamento.

Com o passar do tempo esse sentido jurídico vai sendo substituído pelo sentido atual e no século XIX a palavra publicidade já significa a divulgação de produtos e serviços por um anunciante identificado por meio de anúncios pagos.

Veja que é uma definição muito próxima daquilo que chamamos de propaganda no campo do marketing.

O que é publicidade para o marketing?

Talvez se tivéssemos utilizado a palavra publicidade para traduzir advertising, faria mais sentido no ponto de vista da comunicação. Mas o problema é que, nos fundamentos do marketing, a palavra publicidade já é utilizada e em outro sentido.

Para o dicionário da linguagem comum do marketing, “publicidade é a comunicação não paga de informações sobre a empresa ou produto, geralmente em alguma forma de mídia”.

Ou seja, para o marketing publicidade trata-se da conquista de espaços gratuitos na mídia por meio de coletivas de imprensa, assessoria de imprensa, ações sociais e ambientais, distribuição de brindes, colocação de painéis em locais estratégicos etc.

É uma estratégia que está no escopo da assessoria de imprensa e das relações públicas.

Quadro resumo

  PROPAGANDA PUBLICIDADE
PARA A COMUNICAÇÃO Propagação da fé, ou divulgação de ideias, crenças, princípios e doutrinas. Veiculação de anúncios pagos e identificados de produtos e serviços.
PARA O MERKETING Veiculação de anúncios pagos e identificados de produtos e serviços. Conquistar espaços gratuitos na mídia para uma marca ou produto.

Referência

PINHO, J.B. Propaganda institucional: usos e funções da propaganda em relações públicas. 2.ed. São Paulo: Summus, 1990.


Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário

Repita os caracteres no campo abaixo:




adobe agência de propaganda ambiente de marketing ambiente externo ambiente interno balanced scorecard bitmap branding bsc cibercultura ciência competitividade comportamento do consumidor composto de marketing comunicação concorrência custo demanda desejo diferenciação email marketing endomarketing erp estratégia facebook forças competitivas gestão do conhecimento gestão estratégica google html illustrator imagens digitais indesign inovação instagram inteligência coletiva inteligência de marketing internet jornalismo linkedin lucro macroambiente marca mark-up marketing marketing de conteúdo marketing digital metodologia michael porter microambiente motivação necessidade objetivos pesquisa pesquisa qualitativa pesquisa quantitativa photoshop php pierre levy planejamento planejamento estratégico posicionamento preço produto programação promoção propaganda propagação viral publicidade redes sociais relações públicas relevância reputação sem seo sistemas de informação sites de busca twitter valor virtual youtube