infoNauta

Crawler Detect

Inscreva-se:

Começando... com um acidente

Publicado em: 12/04/2018
Atualizado em em: 12/04/2018

Por: Sergio Mari Jr.

Comentários: 0

O vinho de 2007Há algum tempo comecei a colecionar um vinho para cada ano completado pela Cedilha Comunicação Digital. A ideia é sempre selecionar um vinho da safra correspondente ao ano comemorado e que de alguma forma represente ao ano vivido pela empresa.

Inicialmente faria isso apenas para os 10 primeiros anos da empresa, mas resolvi manter o projeto por mais tempo.

Pois bem, a empresa já tem 13 anos de atuação e já tenho (tinha) 12 garrafas guardadas (ainda não escolhi um vinho para representar 2017)... E com a devida pressão da minha esposa, decidi (ela decidiu) começar a abrir as garrafas. Faz sentido, até porque a mais antiga delas é de 2005 e já nem dá mais para garantir que o vinho ainda esteja bom. Há mesmo uma grande chance de que boa parte deles esteja estragada.

Para isso o primeiro passo seria transportar as garrafas do escritório da Cedilha – onde elas estão –, para minha casa – onde pretendo fazer algo para acompanhar e, se possível, armonizar com cada vinho. Mas...

Um acidente

Semana passada separei as três primeiras garrafas, representantes dos anos de 2005, 2006 e 2007, para levar para casa. Sem muito cuidado as coloquei em uma sacola de supermercado e botei no banco de trás do carro.

Já pode imaginar o que aconteceu, né?

No meio do caminho uma freada e as garrafas rolaram para debaixo do banco do passageiro.

Por sorte apenas uma delas se quebrou... Aquela que representava o ano de 2007 (essa garrafa ai da foto). Por sorte era o pior vinho da coleção. Aquele não foi um ano muito bom pra mim na empresa, então o vinho escolhido para representá-lo também não era grande coisa. Não passava de um vinho suave com rótulo promocional, que ganhamos de algum cliente.

Enfim, a fase da desgutação já começa dessa forma trágica, com uma garrafa a menos.

Mas, há uma boa notícia (pelo menos para mim) nisso tudo... O vinho da garrafa que se quebrou não estava estragado! O que me dá esperanças de que as demais também estejam em boas condições.

Daqui há alguns dias devo abrir a garrafa de 2005 e postarei aqui o resultado.


Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário

Repita os caracteres no campo abaixo:



adobe agência de propaganda ambiente de marketing ambiente externo ambiente interno artigo científico balanced scorecard banco central bitmap bsc cabernet sauvignon cedilha comunicação digital cibercultura comportamento do consumidor composto de marketing concorrência cultura da internet custo demanda desejo diferenciação email marketing endomarketing estratégia facebook forças competitivas gestão estratégica google html illustrator imagens digitais indesign inovação instagram inteligência coletiva internet jornalismo linkedin livrista lucro macroambiente marca mark-up marketing marketing de conteúdo marketing digital merlot michael porter microambiente moeda comemorativa motivação mídia mídia digital mídias digitais mídias sociais necessidade numismática objetivos olimpiadas 2016 orkut photoshop php pierre levy planejamento planejamento estratégico preço produto programação promoção propaganda propagação viral publicidade real redes sociais relações públicas relevância reputação rio 2016 sem seo sites de busca twitter valor vinho virtual walter longo youtube