infoNauta

Crawler Detect

Inscreva-se:

Calculando a Viabilidade Financeira de uma Agência de Propaganda

Publicado em:
Por:

Comentários: 0

O Cálculo da Viabilidade Financeira de uma empresa tem alguns objetivos, como:

  1. Comprovar que o modelo de negócio proposto é capaz se autofinanciar.
  2. Identificar o ponto de equilíbrio, ou seja, o faturamento necessário para que a empresa se autofinancie.
  3. Verificar o potencial de remuneração sobre o capital investido na empresa por seus sócios.

Para calcular a viabilidade financeira será necessário ter em mãos os seguintes dados:

Capital inicial

Total investido para a montagem da estrutura inicial da empresa, aplicado na compra de imóveis, veículos, móveis, equipamentos, eletrodomésticos, computadores etc.

Exemplo: R$ 100.000,00

Folha de pagamento

Somatória dos salários e benefícios a serem pagos mensalmente para todos os profissionais que atuarão na empresa, inclusive os sócios.

Exemplo: R$ 10.000,00

Despesas fixas

Somatória de todas as despesas fixas mensais, como água, luz, telefone, internet, aluguel, segurança, seguros, tarifas bancárias fixas etc.

Exemplo: R$ 2.000,00

Tempo para retorno do investimento

Prazo em meses em que os investidores iniciais desejam recuperar o capital empenhado na abertura da empresa.

Exemplo: 24 meses

Remuneração sobre o capital

Porcentagem mensal de ganho sobre o capital desejada pelos investidores.

Exemplo: 1%

Índice de inflação

Projeção mensal para o índice de inflação no período.

Exemplo: 1%

Além dessas informações será necessário calcular essas outras duas informações:

Depreciação do equipamento

Estimativa de quanto será a perda mensalmente de valor de cada máquina e equipamento adquirido pela empresa. Por exemplo, imagine que você comprou um computador e pagou por ele R$ 2.400,00 quando a empresa foi aberta. Sua expectativa é que esse computador dure por dois anos (24 meses) até precisar ser trocado. Nesse caso, mensalmente esse computador perderá R$ 100,00 de seu valor, até zerá-lo no final de 24 nesses. Faça isso com todos os bens adquiridos e some os valores para obter a depreciação mensal geral.

Exemplo: R$ 240,00

Capital de giro

Sabemos que os primeiros meses de uma empresa são os mais complicados financeiramente pois ela já tem todos os custos estabelecidos mas ainda não tem os clientes necessários para gerar faturamento. Para dar conta dessa situação e também para que a empresa tenha segurança financeira em caso de emergências em qualquer outro momento, é necessário que ela deixe em seu caixa o chamado Capital de Giro. Ele é uma reserva de emergência, que servirá como um colchão, amortecendo quedas no caixa da empresa evitando que ela pague juros.

Para calcular o Capital de Giro você deve inicialmente saber qual o montante de suas despesas mensais. Para isso some a Folha de Pagamento e as Despesas Fixas informadas na tabela anterior.

Em seguida você deve determinar quantos meses de folga financeira quer ter no caixa da empresa. Quanto mais, melhor, mas procure estabelecer algo entre 3 e 12 meses.

Por fim, multiplique o total das despesas mensais pela quantidade de meses determinadas para o Capital de Giro.

Exemplo: R$ 12.000,00 x 3 meses = R$ 36.000,00.

Depois de preencher as duas tabelas acima é possível utilizar o modelo abaixo para calcular o Ponto de Equilíbrio de uma empresa Prestadora de Serviços.

Some o Capital Inicial e o Capital de Giro

Capital Inicial + Capital de Giro

Exemplo: R$ 100.000,00 + R$ 36.000,00 = R$ 136.000,00

Calcule a Cota Mensal de retorno de capital, dividindo o valor obtido pelo tempo desejado para retorno

(Capital Inicial + Capital de Giro) / Tempo para retorno do capital

Exemplo: R$ 136.000,00 / 24 = R$ 5.666,67

Aplique sobre esse valor a remuneração mensal desejada para o capital investido

Cota Mensal + Remuneração do capital

Exemplo: R$ 5.666,67 + 1% = R$ 5.723,34

Aplique sobre esse valor a correção da inflação mensal estimada

Capital remunerado + inflação

Exemplo: R$ 5.723,34 + 1% = R$ 5.780,57

Some a esse valor o total da Folha de Pagamento e das Despesas Fixas Mensais

Capital remunerado e corrigido + Folha de Pagamento + Depreciação do Equipamento

Exemplo: R$ 5.780,57 + R$ 10.000,00 + R$ 240,00 = R$ 16.020,57

O valor obtido na última etapa é o total que a empresa precisa faturar mensalmente em média durante o período escolhido para retorno do capital para manter seu Ponto de Equilíbrio.

No exemplo utilizado, essa empresa precisa faturar em média R$ 16.020,57 por mês em seus primeiros 24 meses de existência para manter deu capital de giro, recuperar a depreciação de equipamento, manter a folha de pagamento e as despesas fixas em dia, além de remunerar o capital investido em 1% ao mês, corrigido pela inflação.


Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário

Repita os caracteres no campo abaixo:



adobe agência de propaganda ambiente de marketing ambiente externo ambiente interno artigo científico balanced scorecard banco central bitmap bsc cabernet sauvignon cedilha comunicação digital cibercultura comportamento do consumidor composto de marketing concorrência cultura da internet custo demanda desejo diferenciação eleições email marketing endomarketing estratégia facebook forças competitivas gestão estratégica google html illustrator imagens digitais indesign inovação instagram inteligência coletiva internet jornalismo linkedin livrista lucro macroambiente marca mark-up marketing marketing de conteúdo marketing digital memes merlot michael porter microambiente moeda comemorativa motivação mídia mídia digital mídias digitais mídias sociais necessidade numismática objetivos olimpiadas 2016 orkut photoshop php pierre levy planejamento planejamento estratégico preço produto programação promoção propaganda propagação viral publicidade real redes sociais relações públicas relevância reputação rio 2016 sem seo sites de busca twitter valor vinho virtual walter longo youtube